Quando você solta

E essa é uma boa sensação.
De terminar um texto e não ter a mínima ideia de como chegou até ali.
Se perdeu no meio do caminho?
O que eu queria dizer?
Só queria registrar que às vezes me perco em meio à escrita e quando volto não sei muito bem onde estou e não tenho muita memória dos prévios acontecimentos.
Ou seja, eu viajo.
Psicografo como diriam alguns fanáticos.
O que nada mais é que um acesso à minha subconsciência.
Ao inconsciente coletivo.

Diz ai vai, por favor! O que é que vocês querem de nós?
Somos apenas seres que mostram para as pessoas como realmente são.
Somos apenas pessoas que querem ser conhecidas por quem elas realmente são.
Pelo que elas realmente pensam e sentem pela vida.

Espantei um gato.
Eu sou o único gato que pode morar nesse prédio.
O gato é o homem que come a gata.
Uma moça bonita de olhar agateado.
Deixou em pedaços o meu coração.
Sabia que o meu grande amor hoje foi se casar?
Mandou até uma carta pra me enaltecer.
E pra afogar a tristeza só Black Label e Old Parr.
Quero tomar todas vou raparigar.
Vou gastar dinheiro até o sol raiar!

É o tipo de coisa que sem a maconha não dá.
O cara que anda com cara limpa em todos os cantos.
Limp face.
Clean face.
Blanc face.

Eu tenho que controlar meu corpo para ser um lutador.
Tenho que controlar meu tempo.
Controlar meu corpo no meu tempo.
Seguir meu tempo.
Acertar meu tempo.
Aprender meu tempo.
Adquirir meu tempo.
Assumir meu tempo.
Vai demorar muito, o dia que eu vou assumir minha bala.

E eu pensando que esse daqui ia durar muito.
Caderno bom é caderno barato.
Caderno prolixo.
Caderno sem apreço emocional.
Eu tava pensando em imitar o blog desse cara que o telo me mostrou.
O cara tem que jogar em várias frentes.
O jogo econômico tem várias artes.
Você tem que ser versátil.

Sempre que vivi um episódio inédito em minha vida.
A cada episódio inédito você aprende uma coisa nova na sua vida.
Poste uma foto da página do livrinho.
Use a câmera pra atrelar conteúdo à postagem.
Vídeos e imagens.
Hoje eu tô gerenciando uma página, vi um vídeo que bombou.

O professor disse que eu vou lutar, então eu vou lutar.
Dentro da minha imaginação na minha mente, eu estou revivendo o papel do Rocky.
Estou vivendo minha preparação para luta.
O amor pela luta.
Mas é claro que eu gosto de uma namoradinha pra eu comer sozinho.

Eu tô vivendo.
Me expondo à experiências nunca antes vividas.
Experiências novas que nunca havia percebido.
Interações com o mundo.
Encontros com o mundo.
Cada encontro com o mundo é inédito.
Pois o mundo nunca é o mesmo e eu nunca sou o mesmo.
Ambos se modificam ao interagir.

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.