Inspiração

Apesar de eu ser contra a construção do hábito de consumo regular de drogas e principalmente da criação de relacionamentos diretos com determinadas atividades e situações—Tipo festas, reuniões com os amigos, boosts de criatividade, realização de atividades artistas… enfim, os clichês do consumo de drogas—Todo vida que eu uso uma droga, acabo tendo um impulsionamento na minha produção artística e criativa.
Normalmente depois de uma noite de bebedeira eu acordo cheio de ideias pra textos, como esse, depois de fumar maconha surgem várias ideias, possibilidades, novos caminhos que eu não tinha visto antes, novas perspectivas.
Sem dúvida as drogas ajudam a modificar o estado mental e isso abre portas para novas conexões surgirem na mente, mas se eu transformar isso em um hábito rotineiro vou me tornar um escravo dos alteradores mentais e só vou conseguir produzir sob o efeito deles.
O verdadeiro artista trabalha todo dia, se dedica independente dos fatores externos, e encontra tudo que é preciso dentro de si mesmo.
A sensibilidade, a criatividade, a inovação, a motivação… tudo está dentro do artista e faz parte do dia-a-dia dele.
Como o Pablo Picasso brilhantemente disse, “quando vier a inspiração, que me pegue trabalhando”.

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.